Conecte-se conosco

Tupandi

Hilário volta à prefeitura depois de 12 anos

Publicado

em

Prefeito eleito em Bom Princípio em 1982, José Hilário Junges é o mais longevo político do Vale do Caí, tendo em sua trajetória vitórias em Tupandi e também percalços recentes. Deixou a prefeitura em 2008 e de lá para cá fez três tentativas para voltar ao executivo. E em 2020 deu certo. 12 anos depois, com 12 votos de vantagem, Junges voltou a ser o escolhido do povo.

O equilíbrio da eleição era anunciado desde os primeiros dias, tendo Paulinho e Rejane a força de quem está no poder. Hilário e Bruno tinham experiência e a vontade de voltar à prefeitura. Afinal, todos querem a prefeitura de Tupandi, que é, proporcionalmente, a mais rica do Vale do Caí.

Hilário, mentor da implantação de aviários e pocilgas no município, mola propulsora do desenvolvimento local, queria uma oportunidade de ser prefeito com o município sendo economicamente forte. E terá essa chance entre 2021 e 2024. Hilário, assumirá a prefeitura com 76 anos. Para alguns idade avançada, para Hilário, experiência acumulada.

Bruno Junges, o vice eleito, também tem história na política, tendo sido vereador, presidente do legislativo e, também, prefeito, quando da cassação de Mano Kercher.

Hilário fez 1918 votos, contra 1906 de Paulinho. Assim não houve derrotados no pleito, apenas vencidos. Assim como Hilário fora vencido antes, agora saiu vencedor.

Na Câmara, o mais votado foi o jovem Matheus Klassmann, que em 2016 foi suplente e cresceu à sobremaneira, sendo eleito pelo MDB. Junto com ele, na Câmara estão Bruna Junges (do PP, que é filha de Bruno mas estava na chapa contrária) e Morenão (PP), Cláudia Franzen, Jairo Kunzler (ambos do MDB), Alice Früling, Nedio Wames e Lucas Rambo (Todos do PTB) e Marco Brand (PSB).

A campanha de Hilário foi marcada por um marketing inteligente e emotivo, fazendo o próprio Junges interagir nas redes sociais e ter contato com o eleitorado, em especial o mais jovem. A diferença de votos, reduzida, revelou uma divisão de opiniões em Tupandi, mas Hilário garantiu em sua primeira entrevista: “Vamos trabalhar para todos, não se preocupem! Estou muito feliz com a vitória e vamos viver Tupandi ainda mais intensamente”.

A eleição comprovou o título do seu livro biográfico: Nada é Impossível!

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 18 =

Tupandi

Hilário versus Paulinho é o embate em Tupandi

Publicado

em

E as convenções definiram quem serão os candidatos a prefeito, vice e vereadores em Tupandi.

O encontro político será daqueles repletos de rivalidade política local.

José Hilário Junges, três vezes prefeito de Tupandi (e uma de Bom Princípio), é o candidato da oposição ao cargo maior do executivo local, estando do outro lado, como situação, Paulinho Ludvig, o atual vice-prefeito de Tupandi. Os dois nomes foram confirmados nas convenções partidárias tendo, respectivamente como vices, Bruno Junges e Rejane Rhoden.

Paulinho e Rejane tiveram a confirmação na convenção realizada sexta, dia 11, afirmando a relação entre MDB e PP. São 16 os candidatos à vereança que dão apoio a eles.

MDB

Adilson Barth

Claudia Kuhn Franzen

Jairo Kunzler

José Hunning (Juca)

Lídia Beleti Joner

Lotário Pündrich

Matheus Klassmann

Vera Marisa Haas Strieder

PP

Alceu Schneider

Áurea Matte

Bruna Schuh Junges

Claudio Chassot

Daniel Birnfeld

Inácio Rohr (Inacinho)

Renato Orth (Morenão)

Rose Epping

Pelo PTB o nome indicado é do ex-prefeito José Hilário Junges, que terá Bruno Junges (ex-vereador e também ex-prefeito interino) como seu vice. Bruno é do PSB. A coligação conta ainda com o apoio do Democratas. Serão 15 candidatos apoiando a chapa formada por Hilário e Bruno.

PTB

Alice Vanessa Frühling

Dalvan Reuse Rech

Elise Chaussard

Ilvo Epping

Liane Noeli Schoffen

Lucas Rambo

Nedio Luis Wames

Sirio Aloísio Puhl

Valter Batista Soares

 

PSB

Jussara Martins Fortes

Marco Antônio Brand

Vanderlei Mentges

 

Democratas

Eliane Fydriszewski

Mara Kaspary

Pedro Ludvig

 

 

Continuar Lendo

Bom Princípio

Culinária alemã conquista simpatia no Vale do Caí

Publicado

em

Eis que a busca por conhecimento culinário ultrapassa as fronteiras dos Estados e dos países. Prova disso é que a culinarista Erika Stephan não para de dar cursos de culinária em sua estada no vale do Caí.

A cozinheira e escritora (instrumentista também) subiu ao palco quatro vezes na Festa Nacional do Moranguinho apresentando as receitas da região do Hunsrück na Alemanha, remontando a uma época que há muito se foi. “Trago comigo as receitas da minha avó, aquelas que se fazia quando os imigrantes vieram ao Brasil”, conta ela.

Com livros editados agora, também em português, que podem ser adquiridos em Bom Princípio, junto ao setor cultural, e em Salvador do Sul, no Hotel Candeeiro da Serra e com a nutricionista Paula Teresinha Specht, Erika busca difundir a arte da cozinha mais simples. Um pouco de sal, pimenta, carne de porco e batata, é parte das receitas, saborosas, que vem da Alemanha.

Além dos cursos que deu em Bom Princípio, Erika Stephan, acompanhada do marido Freimut, deu aulas em São Pedro da Serra, na cozinha prática da também culinarista Paula Teresinha Specht. E Erika planeja ainda mais cursos, não descartando a volta para o Brasil, dentro de um ou dois anos, para novas empreitadas culinárias.

Entre as receitas já apresentadas neste ano, junto com Paula, estão bolo de kässchmier, jägerschnitzel, waffel, tortas de frutas e, claro, chucrute.

Claro, como gosta também da nossa culinária, Erika vai aperfeiçoando as suas receitas à base de batata. Veio ao Brasil preparando 36, agora são mais. Já a nossa galinhada ela nunca dispensa, nem mesmo os pães de queijo ou roscas que encontra apenas por aqui.

Agora é aguardar por mais cursos e boa comida alemã em terras brasileiras.

IMG_20171002_213453 IMG_20171002_220622 IMG_20170925_200750 IMG_20170925_203633 IMG_20171002_201550

IMG_20170924_133442

Continuar Lendo

Maratá

Municípios do vale do Caí são auditados para o Prêmio Gestor Público 2017

Publicado

em

PRÊMIO GESTOR PÚBLICO 2017  É PROMOVIDO PELO SINDIFISCO-RS e AFISVEC

Quatro municípios do Vale do Caí foram visitados nesta semana pelo Auditor Fiscal Paulo Kronbauer, para realizar a avaliação de projetos apresentados pelos municípios de Boa Vista do Sul; Salvador do Sul, Maratá e Tupandi.
Os citados projetos envolvem as comunidades nas quais são desenvolvidos ações de cunho social, tais como recuperação de doenças crônicas ou de aspecto mental (depressão), bastante comuns na região. As Secretarias de Saúde destes municípios acolhem as pessoas da área rural e urbana, transmitindo-lhes noções de bem-estar, por meio de atividades laborais e de artes (teatro), caso do projeto Tulipas – Empoderamento Feminino através da Arte. A atenção é dirigida mormente à população de terceira idade, às quais são ministradas atividades e atendimento psicológico e por outras áreas da saúde, trazendo homens e mulheres de volta ao convívio saudável nas comunidades onde residem. Os benefícios são sentidos no âmbito destas e os resultados vêm aparecendo, enfatizando-se que os procedimentos realizados em grupos nos CRAS (passeios, viagens, ida a cinema, danças) devem prosseguir, para minimizar os efeitos de moléstias depressão, distúrbios cardiovasculares, visando a elevação da autoestima das pessoas.
Situados em privilegiada região de pré-Serra, próximas a Carlos Barbosa e Garibaldi, citados municípios estão preocupados também em desenvolver o turismo rural, cabendo às municipalidades proporcionarem condições e recursos mínimos para se atingir tal objetivo. O cuidado com o meio ambiente é outra preocupação, e foi percebido que as comunidades, em torno de 3 mil e 7 mil habitantes, selam pela limpeza de suas cidades, onde se destaca o plantio de árvores floríferas, buscando o embelezamento urbano e a futura qualidade de vida dos munícipes.
O município de Maratá foi auditado em três projetos diferentes, dentre os quais está o trabalho na área de assistência social (foto). Na área de saúde há também o Grupo Terapêutico Viva Melhor, e também a Oficina Resgatando a Cidadania.
Em Salvador do Sul o projeto avaliado é o Programa Terra Boa. Este faz referência ao plantio de árvores feito, no começo do ano, pelos universitários.
Tupandi, por sua vez, também se enquadra na área de saúde. O programa Tupandi + Saúde está embasado no ESF, dando acompanhamento próximo a todas as famílias, tanto da sede quanto do interior. Além dos médicos de família, a comunidade é atendida por uma série de profissionais que, com a sua especialidade, beneficiam o povo, inclusive, prevenindo doenças futuras.
Ser auditado não significa que o município tem o seu projeto como um dos melhores do Estado, muito menos que é o grande vencedor dentre os demais inscritos. Em 7 de novembro, no Teatro Dante Baroni, da Assembleia Legislativa, será apresentada, à comunidade gaúcha a nominata dos grandes vencedores do Prêmio Gestor Público.

IMG-20170830-WA0016

Continuar Lendo

Trending