Conecte-se conosco

Cultura

Kerbfest enaltece diversidade cultural

Publicado

em

Se o nome da festa remete à cultura alemã, nada mais justo que a manutenção de essência do evento. A Kerbfest, em sua 16ª edição, em 2019, terá mais do que nunca atrações voltadas à cultura alemã, sem esquecer, é claro, da diversidade cultural.
A 16ª Kerbfest acontece nos dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de outubro, com inúmeras atrações que serão divulgadas gradualmente. Já no evento de lançamento da festa, com a apresentação dos trajes, foram anunciadas algumas atrações do evento, tendo, inclusive, show nacional com a dupla Hugo e Tiago. A dupla irá se apresentar no dia 19 de outubro, em uma noite voltada ao público jovem. Esta dupla surgiu através do programa da Rede Globo que revelava novos talentos musicais chamado FAMA. A sintonia entre os dois começou no programa assim que notaram que compartilhavam do mesmo gosto musical. Os artistas já se apresentaram no estado do Rio Grande do Sul, sempre com grande sucesso, e diferente não será em São Vendelino.
Cabe destacar ainda a participação de muitas bandas renomadas, como Os Montanari, Os Atuais, Brilha Som, Barbarella, Banda K’necus, Banda Choppão e tantas outras. “Gradualmente vamos divulgando as atrações as datas em que estarão em São Vendelino, mas, podem todos esperar por uma festa com a nossa marca: simplicidade e alegria”, pontua o prefeito Evandro Schneider, que integra a comissão organizadora do evento.
De acordo com o prefeito, uma das diferenças na organização da Kerbfest está na descentralização da comissão, de modo que um grande número de pessoas haverá de se envolver, ficando, cada equipe responsável por ações em seu setor específico. “A descentralização deixa a gestão mais integrada, de modo que não esteja envolto apenas a equipe da prefeitura. Se a festa é da comunidade, é a comunidade que deve se envolver com a organização. Desta forma, novamente vamos propor e oportunizar a exploração de espaços às entidades e à comunidade de São Vendelino, com envolvimento direto na organização, recepção e atendimento aos visitantes”, pontuou o prefeito Evandro.

– COMISSÃO ORGANIZADORA:
A comissão ficou assim formada, lembrando que mais pessoas da comunidade podem participar das comissões de organização:

COORDENAÇÃO GERAL:
Evandro Luis Schneider, Margarete Maria Kurmann Gosenheimer e Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer

COMISSÃO DE PUBLICIDADE E IMPRENSA: 
Jaqueline Ledur Flach, Licete Martiny e Jéssica Stockmanns

COMISSÃO DE DIVULGAÇÃO:
Diely Audibert Schaefer, Cristiane Haefliger, Franciele Werle, 
Ana Paola Fritzen, Andréa Willrich Schneider e Martina Seibert

COMISSÃO DE RECEPÇÃO:
Mariana Becker Machado, Caroline Ledur, Karen Cristine Beckenbach, Patrícia Becker, Morgana Oliveira, Francini Werle, Caroline Fischer Schaefer, Polliana Ledur, Sirlei Fischer Schaefer e Joice de Conto Pegoraro

COMISSÃO DE ORNAMENTAÇÃO E DECORAÇÃO:
Josefa Hoffelder Dalcin, Denise Bonfanti, Cláudia Kerber, 
Elizandra Fritzen, Janira L. S. Fritzen

COMISSÃO DE ATIVIDADES CULTURAIS:
Aloir Pittelkov, Daniele de Souza e Wuilliam Sergio Born Mello

COMISSÃO DE CONTRATAÇÃO:
Paulo Renato Kirch, Raquel Klein, Luana Weissheimer, 
Gerenides Maria Schafer, Neimar José Reichert

COMISSÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE E VIGILÂNCIA SANITÁRIA:
Inácio Lírio de Souza, Odair Beuron, Laís Koller Dewes, 
Daniel Baumgarten e Tatiane Bruchez

COMISSÃO DE INFRA-ESTRUTURA, SEGURANÇA E LIMPEZA:
Anderson Martins, Paulo José Schaefer e Douglas E. Assmann

ESPAÇO DO AGRICULTOR:
Emir José Kuhn, Márcia Ruff e José Jair Jahn

BEBIDAS:
Daniel Becker e Adriano Ludwig

COMISSÃO DE FINANÇAS:
Julio Cesar Seibert Bernardi, Simone Seibert, Sandra Haas e Roberto Luis Lutz

DESFILE E HISTÓRIA:
Janete Ines Persch e Camila Wagner Reichert

– STAMMBIER
Dentre as atrações da festa e que remetem à colonização alemã, algo que deverá ser reeditado, pois na Kerbfest anterior foi um tremendo sucesso, é o Stammbier. Uma mesa disposta com duas equipes, uma de cada lado, disputando quem bebe a mesma quantidade de chopp no menor tempo. Homens e mulheres estão sempre prontos para a disputa.
Por falar em “Bier”, a bebida oficial da Kerbfest, como reza a tradição local, é o chopp Pilsen da Urwald, afinal, a cervejaria é uma das marcas registradas do município e grande atrativo de turistas e visitantes ao Pequeno Paraíso.

– A DIVULGAÇÃO
A rainha Diely Audibert Schaefer e as princesas Cristiane Haefliger e Franciele Werle estão prontas para divulgar o evento que ocorre em outubro. E o melhor de tudo isso: estarão lindamente vestidas.
E a divulgação, desta vez, terá lugar também fora do Brasil, afinal, uma das soberanas, a princesa Cristiane Haefliger irá viajar com o grupo de danças para Sankt Wendel, cidade irmã de São Vendelino. O Grupo de Danças Sankt Wendel levará não somente a bandeira de São Vendelino como também da Kerbfest, convidando para que da cidade irmã venham também ao Pequeno Paraíso. A Kerbfest também terá como atração a banda de rock and roll “Die Eis Boys”, da Alemanha.

– OS TRAJES
Através da imaginação e do profissionalismo da estilista Cláudia Kerber nasceram os belíssimos vestidos do novo reinado da Kerbfest. Os trajes foram idealizados por Cláudia Simone Kerber, e confeccionados em Caxias do Sul, por Diva Araldi e bordados por Vilma Silvestre.
Segundo Cláudia, os trajes das soberanas remetem à terra, às raízes de nosso município e tradições de nossos antepassados.
O traje oficial é formado por peças sobrepostas, visando a praticidade durante o uso. Com blusas em organza na cor nude (cor da pele), saias em tafetá, em nude dourado para as princesas e coral para a rainha, podendo serem usadas na versão longa e curta, para os dias mais quentes. Para arrematar o traje, corselets com amarrações, na cor café.
As saias e os corselets contém bordados em alto relevo, com motivos florais (rosas). Os trajes são adornados com renda guipir e acabamentos em dourado, com algumas pedrarias.

E assim se inicia uma grande festa!! A 16ª Kerbfest!
Dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de Outubro, venha para São Vendelino! 

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 3 =

Bom Princípio

Fotografia para a galerinha

Publicado

em

Muito mais do que clicar um botão, a fotografia é uma arte, e assim, sob a ótica de profissionais, alunos da escola 12 de Maio, de Bom Princípio, vem tendo oportunidade de conhecer esta arte.

Se há alguns meses os alunos da turma 83 da Escola Municipal de Ensino Fundamental 12 de Maio tiveram contato com a fotógrafa Cristine Schmitz, tendo orientações teóricas sobre fotografia, nesta semana, tiveram nova instrução sobre o mesmo assunto. Mas, desta vez, sob a orientação do jornalista Alex Steffen, que trouxe as experiências vividas com fotografia em meio ao jornalismo e, também, um relato sobre a história da fotografia.
“Aprender a fotografar é muito além de clicar botões. É preciso pensar a foto como uma obra de arte e, o ponto fundamental, é avaliar a luz que se tem em um ambiente. Se os antigos fotografavam sem o uso de luzes artificiais, e faziam trabalhos excelentes, nós, com muito mais tecnologia também podemos fazer o mesmo”, citou o jornalista apresentando aos alunos câmeras fotográficas. De acordo com ele, também o uso de smartphones é interessante no que tange à fotografia. “Vocês podem, também, fazer fotos bem produzidas com os seus telefones, basta conhecer o equipamento que tem em mãos”, frisou Steffen.
Assim, depois das explicações básicas, convidou aos alunos a usarem de sua criatividade e montar, ainda que dentro de sala de aula, sem o uso de luz artificial. As fotos realizadas durante a aula da professora Patrícia Winter foram postadas no grupo dos alunos e serão discutidas e avaliadas em sala de aula. Sem o uso de filtros artificiais ou programas de edição, as fotos foram feitas, tendo, é claro, imperfeições, o que é habitual na vida de todos os fotógrafos, mas, a cada click, o resultado surgia melhor, assim como a empolgação. Não ficando presos apenas à fotografia generalista, utilizaram também de detalhes, muitas vezes não percebidos, descobrindo assim que cada um tem a sua ótica sobre o mesmo universo à sua frente.
O intuito é fazer da oficina de fotografia um trabalho amplo, a ser apresentado em uma mostra de pesquisas, trazendo à luz do público informações sobre fotografia, não se limitando, assim, ao trivial. “Até mesmo uma selfie deve ser bem pensada, afinal, cada foto conta uma história”, finaliza o jornalista fazendo uso de ponderações embasadas na modernidade, como o uso de fotografia publicitária e também no universo do “digital influencer”.
A quebra de barreira entre a sala de aula tradicional e o conhecimento multicultural é uma das marcas do ensino na Escola 12 de Maio, de modo que os alunos aprendam a utilizar na prática o que veem dentro do colégio.

Continuar Lendo

Bom Princípio

Moranguinhos serão estrelas em curso

Publicado

em

O símbolo maior de uma festa é a sua essência, assim, a Festa Nacional do Moranguinho deve, sempre, primar por morangos. E moranguinhos são deliciosos quaisquer que sejam as receitas. Não é?
Tendo em vista ir além do trivial, é que a Comissão Organizadora da 18ª Festa Nacional do Moranguinho disponibiliza, a partir desta quarta, inscrições para quem quer fazer o curso de pratos à base de moranguinho. Serão pratos dos mais diferentes, quebrando a rotina culinária e, consagrando o moranguinho por sua versatilidade na cozinha.
A frente do curso a nutricionista e culinarista Paula Teresinha Specht, trazendo opções variadas, em especial, para quem irá preparar alimentos na festa.
O curso será realizado dia 14, no Centro de Convivências, a partir das 13h30, sendo as vagas limitadas. Serão 20 vagas e as inscrições devem ser feitas na secretaria da educação, iniciando as inscrições nesta quarta, dia 3.
Quanto ao cardápio a ser apresentado, este será revelado apenas no dia, mas, sem dúvida, resgatará a essência, em uma mescla de tradição e inovação.

Continuar Lendo

Cultura

A flor do Roncador

Publicado

em

 A produção de vinhos é milenar. Muitos povos antigos a consideravam a bebida dos deuses, o néctar dos deuses. Suas citações estão presentes em praticamente todas as fases da história humana.

As culturas da uva e do vinho economicamente fazem a diferença para inúmeras famílias,  que tem no seu plantio e na sua produção o seu sustento.

 O Rio Grande do Sul em sua história econômica tem o vinho e a uva como uma excelente referência, pois são apreciados não somente no Brasil, mas em inúmeros países do exterior, refletindo em índices consideráveis na sua balança comercial (exportações).

Na foto, o selo e a garrafa da empresa, A FLOR DO RONCADOR, vinho especial, álcool menos de 10,80 graus, de propriedade do Sr. Jorge Seidel, engarrafado por João Alberto Seidel localizada em Roncador, na época município de São Sebastião do Caí, atualmente município de Feliz.  A empresa funcionou durante alguns anos na década de 1920.

Fotos e fontes: Janete Seidel, Danilo Seidel e Rosane Wilhelmsen

Continuar Lendo

Trending