Conecte-se conosco

São Vendelino

Aberta a safra de uvas no Pequeno Paraíso

Publicado

em

À natureza o impossível parece ser um mero detalhe. Se em 2020 Benitakas, Itálias, Rubis e Niágaras estavam lindas em meio às parreiras da família Chiarello, agora, a beleza e o sabor estão beirando a magnitude. E foi assim, na manhã de sexta, 29 de janeiro de 2021, que a colheita da uva foi aberta oficialmente.

Era um misto de alegria e ansiedade encontrado em cada olhar que escapava por debaixo das máscaras. Ednilso Piola Chiarello, responsável pela produção que tem uma expectativa de safra perto de oito toneladas, era o que mais transbordava sentimentos. Estava orgulhoso das frutas que via maturar, beirando a perfeição. Estava motivado em poder apresentar suas uvas à prefeita Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer e à vice Margarete Kurmann Gosenheimer. Estava feliz por passar adiante o legado da produção de uvas para a sua filha Sofia, de 7 anos. E, em especial, estava agradecido por tudo o que a vida lhe passara em seus 45 anos, afinal, aquele momento de colheita seria feito ao lado dos pais, Odir e Alzira.

A caminhada lenta por debaixo das parreiras, passo a passo, dava a certeza de que cada dia de esforço valera a pena. Sofia, juntamente com o amiguinho Gabriel Brummelhaus, da mesma idade, corria rapidamente entre brancas e rosadas enquanto, algumas dezenas de metros atrás, Alzira (70 anos) e Odir (72), viam o futuro da família crescer ao aroma das Niágaras.

As uvas de mesa pareciam retribuir o carinho do toque das mãos de Odir, que as acariciava antes de fazer a colheita. “Mas, tu vê aqui Ed, ainda assim a gente acha um grãozinho aqui no meio que não está tão bonito”, disse o patriarca dando a entender que mesmo com todo o cuidado ainda há possibilidades de fazer melhor. Dona Alzira, com o carinho de uma matriarca que fala dos filhos e dos netos como seus bens maiores, corrigiu ao marido: “Sim, mas as uvas estão muito bonitas. Fizeram muito bem feito o serviço do ano todo e aí está o resultado”.

Seu Odir tinha razão. Havia dois ou três grãos não perfeitos entre os milhares da parreira. Dona Alzira tinha razão. O trabalho de um ano todo foi muito bem realizado.

Ed, como o produtor é mais conhecido, mal cabia em si tamanha felicidade transbordante. “Vamos tentar fazer ainda melhor pro ano que vem, mas neste ano o resultado foi o melhor de todos desde que começamos em 2012. Agora é hora de colher os frutos”, frisou ele lembrando que pessoas podem ir até a propriedade no Vale Suíço ou fazer encomendas pelo fone 51.995582689.

“O que vimos hoje é de fato encantador. A natureza nos brinda com maravilhas, ainda mais quando as mãos de uma família se unem para produzir algo tão formidável. Estou orgulhosa de ter em São Vendelino, o nosso Pequeno Paraíso, um lugar com frutas tão belas e saborosas”, citou a prefeita Marlí Weissheimer. De acordo com Ednilso o trabalho realizado em conjunto conta também a expertise de profissionais agrônomos e o apoio de entidades como a prefeitura e a Emater.

Quem quiser ir colher as uvas e adquirir o sabor inigualável, poderá ir até o Vale Suíço, desfrutando de momentos únicos. Não é de duvidar que um pouco do dialeto italiano se misture às uvas Itália e Benitaka, pois quando se sai de lá, a empolgação é tanta, que a gente acaba falando alto e fazendo muitos gestos com as mãos.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =

Economia

São Vendelino é o município de melhor qualidade de vida do Brasil

Publicado

em

Em novo ranking criado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e que será divulgado na íntegra na próxima semana, já se conhece os primeiros dados e, pasmem, São Vendelino é o primeiro em todo o país no que diz respeito à qualidade de vida e igualdade social.

O Pequeno Paraíso, como São Vendelino é carinhosamente chamado por seus moradores, pontua a tabela que tem dados com base no senso do IBGE, sendo um dos cinco municípios gaúchos que estão entre os 10. Lá estão São Vendelino (1º), Westfália (2º), Dois Irmãos (6º), Tupandi (7º) e São José do Hortêncio (8º).

O índice leva em consideração questões como educação, renda e condições de moradia. O equilíbrio entre as classes sociais e a oportunidade de desenvolvimento para todos, fez com que São Vendelino ficasse em primeiro lugar em todo o Brasil. A equiparação de oportunidades é uma preocupação no pequeno município da encosta da Serra Gaúcha. “Buscamos equilibrar o equilíbrio da gestão municipal nos mais diferentes setores, construindo uma sociedade melhor para o trabalhador, o empreendedor, o agricultor, para idosos, crianças e adultos. Enfim, pensamos o município para todos. O índice é a comprovação de que estamos caminhando a passos firmes para o futuro”, destacou o prefeito Evandro Schneider.

A distribuição de renda é um fator que chama atenção em São Vendelino, bastando passar pelo município e perceber que não há classes muito baixas e nem muito elevadas. A grande maioria dos moradores de São Vendelino pode ser enquadrado como classe média, sendo formada por trabalhadores.

No que diz respeito à educação, o município também é bastante eficiente em suas ações. Na educação infantil, por exemplo, além de haver vagas para todas as crianças, houve ampliação da EMEI Estrelinhas do Recanto, neste ano, e há um projeto para outra sala, de modo que se tenha condições de atender a demanda por pelo menos uma década.

O índice completo, onde será possível verificar todas as cidades e suas respectivas colocações deve ser divulgado na próxima semana. Sabe-se também, que as três capitais do Sul do Brasil (Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre) são as primeiras no Ranking da Fiocruz dentre todos os grandes centros brasileiros.

Entre as 1000 primeiras do Ranking estão apenas três cidades do Norte do Brasil e uma do Nordeste, isso mostra a desigualdade em território nacional.

“Estar em primeiro lugar não significa que vencemos uma competição, mas que estamos evoluindo bem e que precisamos seguir fazendo um trabalho sério, voltado para todos, de modo que possamos nos aproximar aos índices de qualidade de vida que há em países europeus, por exemplo”, finaliza o prefeito Evandro Schneider.

Fato que chama atenção também é que os cinco gaúchos que estão entre os 10 primeiros são todos de colonização europeia, mais precisamente alemã, sendo uma tradição desde os tempos mais distantes o investimento educação e o empreendedorismo, o que faz com que haja equilíbrio econômico. As administração municipais responsáveis, somadas à vocação empreendedora, faz com que o trabalho frutifique em igualdade e qualidade de vida.

Continuar Lendo

Bom Princípio

Bom Princípio e São Vendelino asfaltam em conjunto estrada na Piedade

Publicado

em

“Pedimos aos motoristas toda cautela ao guiar pela estrada que leva ao Morro Carrard, afinal, há máquinas na pista. E depois, com o asfalto concluído, é preciso guiar, também, com cuidado, respeitando as regras de trânsito”, citou o prefeito Evandro Schneider, fazendo um pedido à população que utiliza a via que vai da RS 122 até a subida do Morro Carrard, em um trecho de quase 1 quilômetro.

A obra está sendo executada pela Coesul Construtora Extremo Sul LTDA, vencedora da licitação.

A obra foi realizada com recursos próprios e em parceria entre os município de São Vendelino e Bom Princípio, cuja participação financeira será no valor de R$ 650 mil e R$ 250 mil, respectivamente. O investimento total da pavimentação deve superar o montante de R$ 1 milhão, com a realização dos serviços preliminares com máquinas e recursos da própria administração municipal de São Vendelino.
Após a assinatura da parceria com o município-mãe, a Secretaria de Obras de São Vendelino atuou na alteração do antigo traçado, que apresentava enorme aclividade e dificuldade acentuada aos usuários da via para acessar a localidade do Morro Carrard. Com as obras de deslocamento da pista e a pavimentação em si, o novo traçado apresenta suavidade constante na subida, o que resolve definitivamente os problemas de acesso dos motoristas em qualquer estação do ano, mas principalmente durante o inverno, quando as condições exigiam manutenção constante da estrada pela Secretaria de Obras.
A obra teve duração aproximada de 3 meses, sendo, realizada de modo ágil, atendendo um anseio antigo da comunidade.

Por São Vendelino, além da comunidade de Morro Carrard, agora beneficiada com asfaltamento, houve pavimentações feitas, neste ano, no centro, no loteamento Primavera, Morro Canastra, Linha Neis e Linha Griebler (Piedade-Alto Feliz). Já estão licitadas outras obras de pavimentação, como é o caso do Vale Suíço, além de ficarem recursos disponíveis para mais pavimentação urbana e construção de passeios públicos.

Por Bom Princípio foram pavimentadas vias neste ano no Bom Fim Médio, Nova Colúmbia, Arroio das Pedras, Passo Salseiro, Piedade, além de obras em andamento no Passo Selbach e Morro São Pedro. As obras de pavimentação em Bom Princípio beneficiaram também moradores do centro e bairros próximos, havendo projetos para o próximo ano, com destaque para o avanço nas obras de revitalização da antiga RS 122.

Continuar Lendo

São Vendelino

Marlí vence e governará o Pequeno Paraíso

Publicado

em

Duas vezes prefeita, Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer foi eleita novamente prefeita de São Vendelino, tendo ao seu lado Margarete Gosenheimer.

Enfrentando o ex-prefeito Leomar Willrich, Marlí totalizou 1034 votos no Pequeno Paraíso, contra 1010 de Leomar. A vitória com 24 votos foi uma das mais ajustadas do vale do Caí, e fez a festa ser ainda mais animada por parte dos eleitores do 14, partido de Marlí e Margarete.

Marlí, que é professora de formação, participou das ações de governo de Evandro Schneider, no último quadriênio e assim tem conhecimento da situação do município de São Vendelino, que está em uma crescente econômica com o fortalecimento da agricultura e a implantação de novas indústrias.

Na noite de segunda, Marlí fez a postagem de uma foto de agradecimento, tendo ido junto com Margarete ao santuário de Caravaggio agradecer pela vitória e pedir para que o trabalho no município possa ser feito com serenidade.

 

Foram eleitos vereadores:

José Magerl (Chugui), Nei, Emir Kuhn, Gordo e Martina. Dão a base ao governo de Marli e Marga. A oposição elegeu Regis Fritzen (vereador mais votado), Maninho Royer, Dilmar Patzlaff e Sérgio Chassot.

Continuar Lendo

Trending