Conecte-se conosco

Salvador do Sul

Luan traz grande público a Salvador do Sul

Publicado

em

Luan Santana é sucesso há uma década no Brasil e, sempre que se apresenta, arrasta um grande público. Em Salvador do Sul não foi diferente, não importando que o show fosse alta madrugada o início do espetáculo.

O show, de responsabilidade de uma produtora, complementava a programação da Festur, sendo as custas do mesmo responsabilidade da empresa organizadora da apresentação de Luan Santana. Durante a sexta, dia 15, o público no parque veio em uma crescente, a partir do início da noite. Nas ruas da cidade já se percebia o fluxo de carros aumentando, de modo que, depois das 23h é que ônibus, lotações e carros vindos de longe chegavam a Salvador do Sul. A Festur passava a ser pano de fundo para Luan Santana, mas, os fins justificam os meios, e houve êxito de bilheteria para o evento.

A festa segue neste sábado e domingo, com programação bastante variada. Entre as atrações deste sábado e domingo destaque para Seres ou Senhores, Porto do Som e Lucas & Felipe (16/11), Monte Carlo, Barbarella e Tchê Chaleira (17/11). A festa tem, domingo, também atividades paralelas, como Caminhada pelas Rotas Rurais de Salvador do Sul e o Pedal Ekonova.

Fotos: Luiz Gilberto Käfer

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Geral

Festur inicia com ares de cultura

Publicado

em

Poucas horas antes da abertura da Festur, de Salvador do Sul, a chuva torrencial se fez presente, inclusive, inundando as ruas da cidade. Mas, ainda bem, que tudo se normalizou e um grande número de pessoas pode ir ao Parque Afonso Cristóvão Wallauer, para a abertura da festa. Por sinal, uma abertura belíssima, onde a cultura foi destaque.

Foto: Fernando Petry/Colaborador Jornal Qtal

Na abertura em si, muitos foram os prefeitos presentes, além de deputados e representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento . Gabriel Affonso Assmann, que é felizense, atua em Brasília, no MAPA, e na sua presença em Salvador do Sul destacou a importância de eventos como este para o desenvolvimento regional.

Foto: Carla Maria Specht/Jornal Qtal

A secretária da educação e cultura, Coordenadora Geral da Festur, Elaide Petry Löff, por sua vez, agradeceu a presença das famílias e de todos os que respiram cultura, tendo cada apresentação uma pitadinha de Salvador do Sul.

O prefeito Marco Aurélio Eckert usou da palavra “orgulho” como guia do seu discurso, dizendo-se orgulhoso do município, da festa e do que foi feito até agora. O prefeito salvadorense acredita que a Festur deste ano baterá os recordes de público.

Foto: Vale Feliz FM/Divulgação

As soberanas, como sempre radiantes, receberam a todos, tendo o seu momento máximo, afinal, fizeram uma divulgação muito boa e, agora, colherão os frutos do seu trabalho.

Nesta sexta, feriado nacional, a expectativa é que o parque tenha o seu maior público nessa edição, com a programação do show de Luan Santana. O artista sertanejo sobe ao palco a partir de 1h, portanto na madrugada de sábado. Pela movimentação nas redes sociais, percebe-se que o artista tem público fiel.

A festa irá até domingo, com atrações variadas. A Festur tem cinco cervejeiros comercializando seu chopp, 11 agroindústrias em um espaço família, para sentar e conversar. Assim, a expectativa é que as pessoas não apenas se limitem a caminhar pelo parque ou ficar diante do palco, podendo interagir entre si.

Continuar Lendo

Cultura

De Salvador a München em clima de Oktoberfest

Publicado

em

Grande parte das pessoas que tem descendência germânica sonham ir à Alemanha durante uma Oktoberfest de Munique. Outros sonhos encontrar na Alemanha a origem familiar. Juntar os dois anseios, todavia, é para pouca gente, ainda mais em uma só viagem.
Luiz Gilberto Käfer, mais conhecido como Skema, conseguiu, junto com a sua companheira Miquele Bohn, idealizar e realizar esta viagem. Depois de uma passagem pelos Estados Unidos, em visita a um amigo, o casal alongou as férias e foi à Alemanha.
Um tour que contou com passagem ainda por outros países, como a Áustria, Luxermburgo e a Bélgica, teve como pontos mais marcantes a visita a Biebern, de onde saíram os primeiros Käfer e, claro, a participação da Oktoberfest de Munique, que é a mais badalada de todo o mundo. Se agenda tinha trabalho, também teve momentos de lazer.
Em München (como se esqueve Munique em alemão) puderam degustar de excelentes cervejas, estando na área dos convidados VIP da cervejaria HB. A famosa Hofbräuhaus recebe milhares de visitantes a cada ano e, na Oktoberfest é o ponto de referência para todos, sendo o mais alegre dos pavilhões. Os seus espaços estão sempre lotados, deixando clara a preferência popular.
Fato curioso é que a Oktoberfest de München ocorre em setembro. Mas, a data pouco importa para quem quer celebrar a vida e a diversão. Música, dança e tradição se encontram em München, mas, é claro, Skema e Miquele não abrem mão das Oktober no Brasil, afinal, têm um parâmetro de como é a fantástica festa do chopp na Alemanha.

Continuar Lendo

Salvador do Sul

Comunidade Luterana de Linha Comprida está em festa

Publicado

em

Outubro é o mês de celebrar 50 anos de fundação da comunidade de fé

A comunidade evangélica de Linha Comprida, Salvador do Sul, estava praticamente isolada de tudo que a cercava ainda em 1968, mesmo que o município já tivesse cinco anos. E na questão religiosa isso também era um complicador, pois os moradores seguidores da Confissão Luterana precisavam ir, a cavalo, até Esperança, do Maratá, para proferir a sua fé. Era necessário mudar de modo que o sonho que vinha sendo alimentado desde 1963, quando do casamento de Edilar e Laci Erig.

“Eu não queria ver os meus filhos passar pelos mesmos percalços que haviam passado as gerações anteriores. Era preciso facilitar e dar oportunidade a eles. Ir até a formação, na igreja deveria ser prazeroso, não um desgaste”, conta Edilar Odilon Erig. E o sonho dele teve apoio de toda a família e grande parte da comunidade, de forma que em 1968, também com o apoio do então candidato Plínio Müller, pudesse ser feita a estrutura de uma nova comunidade, renovando a fé cristã.

Nasceu assim, em terreno doado por Leopoldo Apolino Erig, e sua esposa Irma Carolina, o templo da IECLB. Ia-se o ano de 1968 e os luteranos buscavam construir o seu espaço. Surpreendente para alguns, mas fato de espírito comunitário, também os católicos ajudaram na construção. “Mesmo que seja uma religião diferente, aqui em Linha Comprida as pessoas trabalham juntas. Isso é bonito de ver”, conta Edilar. Lembra ele que seus irmãos foram padrinhos na abertura das portas da igreja e o pai, Leopoldo, apadrinhou o toque inaugural do sino.

De lá para cá, passados 50 anos, a comunidade segue evoluindo. Sob a tutela e orientação de pastor Neuri Erwanger, que está trabalhando na IECLB há muitos anos, os cidadãos estreitam, ainda mais, laços de amizade e fraternidade.

Os 50 anos propriamente ditos serão em 9 de outubro, sendo a data marcante para os luteranos de Linha Comprida assim como para os moradores de Salvador do Sul, afinal, este é também o dia da emancipação. Mas as celebrações, em Linha Comprida, serão em 27 de outubro, na sociedade Estrela da Manhã. A programação inicia com um culto as 10h, almoço na sociedade às 11h30, seguindo de reunião dançante as 14h30, com banda Viva Alegre e, depois, com o sorteio da rifa que já está sendo comercializada.

“Gostaríamos de convidar a todos para participarem da nossa celebração, afinal, ela representa os 50 anos da construção da nossa igreja e da estruturação da nossa comunidade”, cita o presidente da comunidade luterana, Anderson Nied.

Continuar Lendo

Trending