Conecte-se conosco

São Vendelino

Quiosque será entregue em outubro

Publicado

em

Se a praça do Quiosque, inaugurada em 2018, é belíssima, também o quiosque deve ser, não é?
Sabedores disso, os administradores municipais de São Vendelino fizeram uma licitação para a contratação de uma empresa que pudesse explorar o Quiosque, que é um ponto tradicional no município, sendo que uma das obrigações da empresa seria reformular o espaço, dando, inclusive, acessibilidade a ele.
O local, às margens do Arroio Forromeco é belíssimo, contudo, carecia de investimentos que são da ordem de R$ 100 mil, sendo feitos pela empresa vencedora do processo licitatório. Com melhores acomodações para os visitantes e frequentadores, acesso também às cadeiras de rodas, melhor estrutura de sanitários, e totalmente alteração do visual do quiosque, o empreendimento se encaixa à realidade local, afinal, com a bela praça construída, o ambiente, como um todo, deve ser lindo e harmônico.
De acordo com o prefeito municipal, Evandro José Schneider, a expectativa é que a obra seja entregue à comunidade no começo de outubro, sendo de grande proveito também para a Kerbfest. Mas, as melhorias no Quiosque serão de muito valor também para a comunidade, já que há a expectativa de, nos finais de semana, serem realizados eventos na praça, tendo o Quiosque como referencial de bem servir.
Houve a mudança também no passeio público, com a retirada de ciprestes e o replantio deles junto à comunidade evangélica. “Mais obras e mudanças vem pela frente, de modo que a rua que cruza em frente à praça seja, ainda mais, aproveitada, assim como as calçadas”, citou o prefeito, dando à entender que novas mudanças estão previstas para o local.
A inauguração do remodelado Quiosque está prevista para o dia 14 de outubro, todavia, a programação completa será informada em momento posterior.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 1 =

São Vendelino

São Vendelino vai ampliar sua EMEI

Publicado

em

Quando inaugurada em março de 2013, a Escola Municipal de Educação Infantil Estrelinhas do Recanto surgia como a solução para as demandas locais, afinal, haveria vagas para as crianças de 0 a 3 anos no novo prédio. Enquanto as demais da Educação Infantil ficariam na Escola Pequeno Paraíso. Passados pouco mais de seis anos já se justifica a ampliação, afinal, as vagas são muito concorridas e, para os próximos anos, haveria déficit de vagas. “Quando em 2012 começamos a construir a EMEI houve quem dissesse que não era necessário. Hoje, vemos que, até nós, subestimamos o crescimento. Esperávamos que por uma década haveria vagas o bastante, mas, passados seis anos, conseguimos atender a demanda com alguma dificuldade. Assim, antes que nos faltem vagas, vamos construir mais duas salas na Estrelinhas do Recanto, iniciando as obras logo”, citou a então prefeita e hoje secretária de Gestão, Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer.
Na manhã desta quarta, dia 28, Marlí e o prefeito Evandro Schneider receberam representantes da secretaria da educação e também do setor de engenharia, dentre eles o engenheiro Douglas Assmann, sendo por eles apresentado o projeto das duas novas salas. Cada sala com cerca de 30 metros quadrados e capacidade de atender, em turno integral, 16 crianças, isso é, amplia as vagas em quase 50%, já que a EMEI atende, hoje, pouco mais de 60 alunos entre 0 e 3 anos. “Iremos realizar a licitação para a construção, custeada com recursos próprios, ainda em setembro e queremos que as obras estejam finalizadas e as salas entregues em janeiro de 2020, ao término das férias das EMEI’s”, cita o prefeito Evandro Schneider. A estimativa de gastos gira em torno de R$ 120 mil, saindo dos cofres da prefeitura, sem contar, para tal, com emendas federais.
Segundo a secretária de Gestão, que também responde pela área da Educação, Marlí Lourdes Oppermann Weissheimer, há a possibilidade, ainda, de ser feita outra obra na EMEI, desta vez com recursos de Brasília. “Tratam-se de obras diferentes. Não podemos aguardar pela liberação de recursos de Brasília para então fazer as salas. Resolveremos a questão antes que haja o problema concretizado. Não deixaremos ninguém sem vaga de creche, seguindo o que temos nos últimos anos, afinal, a todas as crianças inscritas atendemos, e bem, em nossas escolas”, citou a secretária Marlí.
O prefeito Evandro Schneider é bastante enfático em afirmar que os investimentos em educação estão entre as prioridades de uma administração municipal que projeta o futuro. “Sabemos que os valores investidos em educação são mais elevados do que em qualquer outra secretaria, contudo, o resultado virá logo ali adiante. Desde a primeira infância devemos primar pela qualidade de ensino e, para tanto, precisamos de boas estruturas físicas e excelentes profissionais, criando um círculo de qualidade em torno de nossos pequenos estudantes”, pontuou Schneider.
Acredita-se que as obras nas novas salas da EMEI Estrelinhas do Recanto sejam iniciadas em setembro, projetando atender melhor ainda à comunidade em futuro próximo. Se alguém tinha dúvidas sobre a necessidade da EMEI há alguns anos, agora não mais as terá, afinal, a EMEI Escolinha do Recanto é uma escola de excelência e que orgulha a comunidade de São Vendelino.

Continuar Lendo

Cultura

Clipe movimenta Pequeno Paraíso

Publicado

em

Luz, câmera, ação…
Assim como em outras vezes na história de São Vendelino, câmeras rodaram no centro da cidade, mas, diferente de momentos anteriores, onde a cidade era apenas pano de fundo, neste domingo, São Vendelino foi o centro de todas as atenções.
A realização da gravação do clipe de divulgação da Kerbfest – que chega a sua 16ª edição em outubro – teve de tudo um pouco. Alguém menos avisado poderia achar que estava na Alemanha, pois os trajes, a bebida e a comida oferecida remetiam ao país europeu. Mas, não, tudo ocorria em São Vendelino. Com direito até a jogos germânicos, o clipe gravado teve a presença da comunidade, que dançou, brindou e se envolveu, afinal, a Kerbfest é a cara de São Vendelino.
O clipe será utilizado para a divulgação da festa na internet, e também pelos aplicativos de comunicação pessoal, como o whatsapp. A não divulgação da data de lançamento do vídeo é, também, estratégia, afinal, a surpresa e o segredo geram uma expectativa extra em todos. “Na hora certa o vídeo será apresentado e a nossa comunidade ajudará a divulgar a nossa festa, com a mesma intensidade de sempre. Todos que gostam de São Vendelino se envolvem com a festa, afinal, a nossa tradição é parte da Kerbfest”, destaca o prefeito Evandro Schneider.
As soberanas, belas e radiantes, tiveram momento de estrelato, todavia, mantiveram o jeito simples de ser, afinal, conquistar as pessoas requer comprometimento e humildade. São uma corte que veio do povo e para o povo trabalha. Diely Audibert Schaefer e as princesas Franciele Werle e Cristiane Haefliger estão liderando a divulgação da festa que acontecerá nos dias 18, 19, 20, 25, 26 e 27 de outubro, com muita alegria, chopp da Urwald e uma enormidade de atrações culturais. A festa que é feita pela comunidade deverá atrair grande público, boa parte dele relacionado com São Vendelino, o Pequeno Paraíso.

Confira o resultado da gravação clicando aqui
https://drive.google.com/file/d/1umHTgsTfX6cNnTOmsnIPE6hxaTswgqMP/view

Continuar Lendo

São Vendelino

Atuação dos bombeiros segue eficaz em São Vendelino

Publicado

em

Depois da intervenção na Corporação do Corpo de Bombeiros de São Vendelino, feita na última quinta-feira, dia 15 de agosto, pelo prefeito municipal Evandro Luis Schneider, os atendimentos passaram a ser realizados por voluntários.
Na quarta-feira, dia 14, pouco antes do meio dia, o comando da corporação procurou a municipalidade informando que não mais atenderia ocorrências com quadro efetivo, a partir da manhã seguinte, indo, também, à mídia escrita e falada regional fazendo o mesmo comunicado, não aguardando, sequer, um parecer do órgão executivo municipal.
Na manhã de quinta, pouco antes da intervenção, a então vice-presidente da corporação, Morgana Colassiol, foi à mídia local e anunciou que não haveria mais atendimento de urgências e emergências pelos bombeiros, por conta do não convênio com a EGR, e o consequente atraso no pagamento do salário dos bombeiros em questão. 
A municipalidade, através de decreto do prefeito, às 8h da manhã do dia 15, passou a ter a gestão da corporação, mas antes mesmo, estava a postos, para atender alguma emergência que houvesse, não havendo um minuto sequer sem plantão.
Desta maneira, os bombeiros, passaram a ser responsabilidade do município, sendo nomeado como interventor Paulo José Schaefer. Este, que foi presidente da corporação em outros momentos da história, com o apoio da municipalidade, tratou de chamar os voluntários, das antigas, e também os servidores municipais que tenham habilitação para dirigir ambulância e outros veículos. E tudo continuou dentro da normalidade, inclusive com disponibilidade de atendimentos nas ERS 122 e 446. 
“Temos, em São Vendelino, pessoas comprometidas com a comunidade e assim, somos muito gratos a elas, afinal é possível partilhar dos conhecimentos, de maneira voluntária, para atuar em favor da saúde e segurança local”, citou Evandro Schneider. Lembrou ele, também, que foram realizados repasses por parte da prefeitura para associação de Bombeiros, totalizando R$ 90 mil, para investimentos em equipamentos, como na reforma do caminhão, mas os mesmos deixaram de ser realizados em sua integralidade.
Além dos bombeiros voluntários de São Vendelino, que foram treinados no decorrer dos anos, alguns dos que atuavam na corporação optaram por continuar, ainda que voluntariamente. Fica evidente que o sentido do voluntariado toma conta daqueles que atuam nessa causa, assim como ocorre na cidade irmã, de Sankt Wendel. E inspirados na Alemanha, que tem como orgulho de cada cidade o seu corpo de bombeiros, é que os são-vendelinenses atuam focados no município e suas necessidades.
No decorrer desta semana, foram realizados oito atendimentos, inclusive nas rodovias, ficando comprovada a eficácia e o comprometimento dos voluntários que abraçaram a causa. “Tudo, na medida do possível, segue a sua normalidade. Estamos atendendo as ocorrências, mas lamentamos que há trotes, à noite, pelo telefone. O trabalho é sério e voluntário”, pontuou Paulo José Schaefer. Dos atendimentos realizados, ainda que não haja o convênio com a EGR, os bombeiros fizeram quatro ações nas rodovias, mostrando o seu compromisso social como corporação.
O prefeito Evandro Schneider, no começo da semana, foi à Câmara de Vereadores, dialogando também com os edis a respeito da situação ocorrida nos bombeiros, e estes, de pronto, atenderam ao clamor. A Câmara recebeu também, do executivo, um comunicado oficial da situação.

DESFIBRILADOR DO MUNICÍPIO É RECUPERADO DEPOIS DE ANOS
Eis que a história comprova o caráter das pessoas. No começo do mês de agosto, mesmo estando longe do Brasil, em férias, o prefeito de São Vendelino, Evandro Schneider foi notificado pelo diretor da empresa Bravos Treinamentos (Fabrício Facchini) de que um homem estava em sua empresa para vender um desfibrilador. E o tal equipamento usado para casos emergenciais ligados a pacientes cardíacos se assemelhava ao que havia desaparecido e que pertencia ao município de São Vendelino. O setor jurídico da prefeitura, juntamente com o secretário de saúde, Inácio Lírio de Souza, foram verificar o caso de perto. E por precaução foi acionada a polícia, através da Brigada Militar, que reteve o equipamento para averiguação. 
Não foi surpresa perceber que o equipamento era o mesmo que foi deixado pela prefeitura de São Vendelino, para conserto, em uma empresa de Caxias do Sul. A falta do equipamento virou denúncia ao Ministério Público no começo de 2017 e o secretário Lírio condenado a fazer o pagamento do mesmo. Agora, com a restituição do mesmo equipamento, fica contraposta a denúncia de que o equipamento havia desaparecido em São Vendelino, e, sob responsabilidade de Souza.
O desfibrilador, em posse da polícia, foi restituído ao município nesta segunda feira. Fato que também cabe ressaltar é que o caso está sob avaliação judicial, devendo ser ouvidos todos os envolvidos, afinal, o equipamento estaria sendo vendido e a sua origem era incerta.

Continuar Lendo

Trending