São José do Sul encerra ano com um novo carro

alex steffen
por alex steffen dezembro 29, 2018 10:12

São José do Sul encerra ano com um novo carro

Passado o Natal, apenas alguns dias, uma criança ainda espera algum presente que chegue atrasado. Mas, isso, nem sempre ocorre. No caso do município de São José do Sul, um presentão chegou na sexta, dia 28.

Um veículo Spin, com espaço para sete pessoas, foi entregue ao prefeito Sílvio Inácio de Souza Kremer, fruto de recursos federais e também municipais. De acordo com o prefeito, que chamou o seu vice, Marcelo Bock e uma representante do setor da saúde para receber o veículo, o mesmo será de grande importância no trabalho em favor da comunidade. “Ainda que tenhamos excelente atendimento na nossa Unidade Básica de Saúde, por vezes, é necessário encaminhar pessoas para atendimentos especializados, assim, o poderemos fazer com maior segurança com o novo veículo”, pontuou o prefeito Sílvio Kremer.

O valor pago pelo veículo foi de R$ 81 mil, sendo que R$ 61 mil são provenientes de recursos próprios.

A qualificação dos serviços é uma das metas para 2019, assim, o prefeito quer adquirir mais veículos no novo ano, atendendo as demandas da comunidade.

Município inicia 2019 com projeções de asfaltamentos

Dentre as maiores realizações de uma administração municipal, a população, em geral, aponta obras de pavimentação como a confirmação de qualidade de uma gestão. Ainda que o pensamento seja bem diferente do que tem o prefeito, São José do Sul, também terá obras de pavimentação em 2019.

Sílvio Inácio de Souza Kremer, prefeito de São José do Sul, destaca a importância da realização de obras de infraestrutura. “Julgo importante a pavimentação asfáltica, mas antes de colocar a camada de asfalto é preciso ter uma boa base, tubulações de esgoto e água devidamente instaladas. Não adianta, simplesmente, jogar asfalto sobre a via. Temos que pensar em qualidade”, citou o prefeito.

E dentro desta metodologia, o prefeito anunciou a pavimentação de quase um quilômetro da estrada que vai em direção a Harmonia, lembrando que há uma grande obra de engenharia que também será realizada no local, com a construção de uma galeria. “Será um custo elevado fazer a galeria, sim, mas é necessário. Iremos solucionar a questão de escoamento de água para depois priorizar a obra de asfalto”, mencionou o prefeito, lembrando uma série de obras da região que fizeram o caminho inverso e, depois, tiveram que fazer obras ainda mais caras para proporcionar um escoamento ideal das águas.

Por ser bastante precavido no que diz respeito às questões financeiras, nos dois primeiros anos de mandato buscou tomar ciência do que era prioritário, conseguindo até fazer um bom caixa, podendo, agora, atacar de maneira mais incisiva as obras de maior vulto. “O que pensamos, em primeiro momento, tinha relação com o fortalecimento do setor primário, que é o nosso carro chefe da economia. Arrecadamos recursos e reinvestimos no setor. Criamos um círculo virtuoso, de maneira que se tenha a economia mais sustentável. Agora, com o que temos de retorno de tributação e também verbas vindas de Brasília e do Estado, podemos nos voltar às obras de infraestrutura”, citou o prefeito que é formado em gestão pública e busca colocar em prática os princípios que aprendeu no curso superior.

No terceiro ano de mandato, o prefeito acredita que seja possível realizar uma série de obras de pavimentação, afinal, primou, inicialmente, por melhorias nas vias no que diz respeito à infraestrutura. A aquisição, em 2018, de um rolo compactador, que é de médio porte, ajuda e muito na manutenção das vias do interior, deixando a estrada mais compacta e segura para os seus usuários.

“Vamos, gradualmente, realizar obras de asfaltamento e calçamentos. De tempos em tempos, quando tivermos a segurança financeira para tal, vamos anunciando as obras, licitando as mesmas e atendendo as demandas mais urgentes de nossas comunidades”, pontuou o prefeito ao final.

alex steffen
por alex steffen dezembro 29, 2018 10:12