Conecte-se conosco

São José do Sul

Sílvio Kremer e Juliane Bender rivalizam em São José do Sul

Publicado

em

Sílvio Inácio de Souza Kremer, o Filé, e Juliane Bender, rivalizam no pleito de 15 de novembro em São José do Sul.

O atual prefeito, Sílvio, foi confirmado na convenção do PDT, juntamente com o vice, Marcelo Bock. A dupla foi vencedora do pleito de 2016 e se mantém junta na  campanha deste ano. Antes de ser prefeito, Filé, como é mais conhecido, foi vice-prefeito de Anildo Petry. Kremer é formado em gestão pública pela UCS, sendo integrante da primeira turma de profissionais do curso na universidade, no núcleo de São Sebastião do Caí. Marcelo participa ativamente na administração tendo, inclusive, assumido a Secretaria Municipal de Obras.

Juliane é formada em Administração Hospitalar pela Unisinos, com pós-graduações em Equipes Gestoras de Sistemas e Serviços de Saúde, pela Ufrgs, e Direito Sanitário, pela Unisinos, Juliane Bender é servidora pública há 27 anos. Ela acumula 16 anos como secretária de Saúde em Salvador do Sul e São José do Sul. Laerte é vereador e já foi secretário municipal quando da gestão do ex-prefeito Anildo Petry.

Diferente da vez anterior, quando Kremer concorreu sem candidatos à vereança, agora tem 13 candidatos ao legislativo ao seu lado. Juliane conta 7 candidatos ao seu lado.

Confira a nominata de vereadores de cada coligação:

PDT – que dá apoio à candidatura de Sílvio/Marcelo

Aloisio Jose Junges
Anselmo Schenkel
Fernanda Roberta Lisboa de Azeredo
Ida Kremer
Janice Beatris Wolf Escher
Marco José Schutz
Nadir Alves Maciel
Oscar Klinger da Rosa
Ricardo Alvicio Ernzen
Tarcisio Aloisio Fuhr
MDB – que dá apoio à candidatura de Sílvio/Marcelo
Adriano Kniest
Renato Inacio Kirch
Taciany Carlotto

PSD – que dá apoio à candidatura de Juliane/Laerte

Barbara Schaedler
Jacó Inacio Rauber
José Luiz Kirst
Lourdes Maria Calsing
Maria Márcia Daubermann
Pedrinho Knebel
Maria Sirlei Schons

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

São José do Sul

RGE vai investir em São José

Publicado

em

A implantação de uma Subestação de Distribuição de Energia no município de São José do Sul vinha sendo tratada há muitos meses entre RGE e prefeitura municipal. A expectativa só fazia crescer, mas por questões ambientais não havia possibilidade de implantação do projeto. O município, dessa forma, viu um novo horizonte, com a comercialização de uma área pública.

Na quinta-feira, na parte da tarde, representantes da RGE estiveram na prefeitura de São José do Sul confirmando a instalação de uma grande subestação de energia, que atenderá a demanda, não apenas do município, como também de parte de Harmonia, Brochier e Maratá. Serão atendidas mais de 15 mil pessoas com esse reforço que se dará ao sistema como um todo, gerando maior estabilidade dos serviços e possibilidades de expansão de projetos urbanos e industriais em toda a região envolvida.

O investimento feito pela RGE SUL em São José do Sul será na ordem de R$ 35 milhões. Para que se tenha dimensão do que isso representa, bastante dizer que o orçamento do município no ano é R$ 20 milhões. “É claro, vibramos com a possibilidade do projeto e o ganho de recursos financeiros em tributação, mas o que mais nos deixa felizes é a confiança depositada em nosso município, sabendo que uma subestação significa um serviço de excelência por parte da RGE”, pontuou o prefeito.

Municípios maiores, como é o caso de São Sebastião do Caí e Bom Princípio já receberam subestações e tiveram melhoria nos atendimentos, assim também acontecerá em São José do Sul. “A previsão para o futuro próximo é excelente, pois a empresa é conceituada e respeitada. Deverão terminar a implantação até 2023 e assim temos a certeza que, em médio e longo prazo, teremos muitos benefícios”, frisou o prefeito Kremer.

Para a implantação ainda há trâmites legais que passam pelo Legislativo, mas considerando o bom senso da casa parlamentar, que aprovou todos os projetos passados em três anos, também quanto a RGE deve haver uma análise criteriosa e o voto favorável, pois o projeto como um todo é magnífico para São José do Sul.

Continuar Lendo

São José do Sul

Município adquire mais dois veículos

Publicado

em

O investimento de R$ 184 mil em duas camionetas Spin fez com que o final de ano de São José do Sul ficasse ainda mais belo.

Com recursos próprios, a adquisição dos veículos vem de encontro com a renovação de frota iniciada no ano de 2017.

Veículos adquiridos

Caminhão Cargo
2 Retroescavadeiras
Rolo Compactador
Gol (saúde)
Gol (agricultura)
2 Spin (saúde)
1 Spin (educação)
Virtus (gabinete)
Montana (obras)
2 Ônibus
Ambulância
2 Geradores de Energia

Valor total R$ 2.026.440,00

Deste R$ 1.111.701,55 são oriundos de verbas federais e R$ 914.738,45 de recursos próprios da prefeitura.

“A frota deve estar sempre em dia, pois os custos que se têm manutenção e o tempo perdido com isso dificulta muito o trabalho de uma administração. Com maquinário novo é possível atender mais pessoas e de maneira mais apropriada possível”, finalizou o prefeito Sílvio Inácio de Souza Kremer.

Um dos veículos será utilizado para a secretaria de Educação e o outro para a pasta da Saúde. A gestão municipal visa a qualidade do atendimento da comunidade, dando segurança na trafegabilidade em vias e também conforto interno.

Continuar Lendo

São José do Sul

Asfalto da Linha Bonita Baixa vai iniciar

Publicado

em

Na tarde desta sexta, o prefeito Sílvio Inácio de Souza Kremer, juntamente com o vice-prefeito, Marcelo Bock e o secretário de obras, Élvis Schütz, receberam o engenheiro Antônio Carlos Pezzi, da Construtora Giovanella. Em mãos um documento que autorizava o início das obras de pavimentação em uma das mais importantes comunidades de São José do Sul.

Elo de ligação com Harmonia, Tupandi e Salvador do Sul, a estrada Várzea receberá, em primeira etapa, 1240 metros de asfaltamento, com um investimento de R$ 1.062.855,27. “Estamos já projetando a segunda etapa desta obra, dando continuidade ao projeto que é bastante amplo”, apontou o vice-prefeito Marcelo Bock.

De acordo com o prefeito Kremer, a obra é um sonho antiquíssimo da comunidade de Linha Bonita Baixa, tendo ela convivido com barro e pó por longas e longas décadas. “Queremos beneficiar todas comunidades do município, de modo que já atendemos outros localidades como Morro do Cedro, Uricana e a estrada que leva à Harmonia. Agora é a vez de Linha Bonita Baixa. Esses moradores, que tanto produzem para o progresso de São José do Sul são também merecedores dos nossos investimentos”, apontou o prefeito Kremer.

Ao que destaca o prefeito o asfalto que foi e está sendo executado não é apenas a realização de sonhos antigos. É a qualidade de vida concretizada. A partir da data de hoje a empresa tem 90 dias para a conclusão da obra.

Até o momento foram pavimentados 1140 metros na Estrada da Uricana 2, 800 metros da Estrada da Harmonia, 60 metros na Linha Lerner e 320 metros no Morro do Cedro. Já iniciaram ou sairão do papel dentro de alguns meses os asfaltamentos no segundo trecho da Estrada da Harmonia (mais 400 metros), Linha Bonita Baixa (1240 metros), São José do Maratá (800 metros), Lindolfo Specht (420 metros), Canavial (430 metros), e na rua Irmãos Lerner (480 metros). As últimas três vias citadas terão ainda inclusas obras de passeios públicos e acessibilidade. Contabiliza-se, até o momento, mais de 6,1 quilômetros de asfalto em São José do Sul em menos de três anos. Foram investidos para tal, com recursos próprios, verbas federais ou financiamentos, pelo Avançar Cidades, um montante de, aproximadamente, R$ 5 milhões.

Fato que chama muita atenção, por exemplo, é a redução de valores cotados inicialmente. Por exemplo, na Estrada da Uricana, o gasto, em planilha era estimado em quase R$ 1,5 milhão, e a obra foi feita com R$ 1,09 milhão, sendo possível, ainda, melhorias na drenagem nesta obra, antes não existente no projeto. Assim, as obras realizadas em São José do Sul primam pela economia e, claro, pela qualidade.

Serão realizadas ainda pavimentações comunitárias nas ruas Três Passos (111 metros), Salvador do Sul (94 metros), Montenegro (132,50 metros), Rua 1 do Loteamento Miguel Bohn (82 metros) e rua 2 (133,50 metros). Assim será pavimentado mais de meio quilômetro com bloquetos pelo sistema de pavimentação comunitária.

De acordo com o engenheiro Pezzi, da Giovanella, as obras serão realizadas dentro de alguns meses, devendo ser entregues, oficialmente, no começo de 2020, possivelmente ao final de fevereiro.

Antes de mais nada, o município que realiza obras de tamanho vulto como pavimentações no interior, revela a sua preocupação com a qualidade de vida da população, tendo gigantesca responsabilidade social.

Assim como o executivo que tomou frente deste projeto, a Câmara de vereadores aprovou abertura de crédito especial no valor R$ 1.222.383,45. “Construímos sociedade em conjunto, quando os poderes trabalham em uma mesma direção tudo funciona melhor. Agradeço à Câmara de vereadores por compreender a importância deste projeto para a comunidade”, citou o prefeito, lembrando que os edis aprovaram a abertura do crédito especial no mês de outubro.

Continuar Lendo

Trending