Conecte-se conosco

Geral

Prefeito Sílvio busca recursos em Brasília

Publicado

em

O deputado federal Lucas Redecker recebeu o prefeito de São José do Sul, Silvio Kremer, nesta terça-feira(25).

O prefeito pediu apoio na busca de recursos para diversas demandas do município, como a pavimentação de ruas, aquisição de uma patrulha agrícola mecanizada, bem como recursos para a aquisição de veículos e máquinas pesadas para a secretaria de Obras do município. O prefeito ainda entregou ofício assinado pela vereadora Ida Kremer, pedindo apoio para as mesmas demandas. Redecker prontificou-se em ajudar na busca dos recursos e colocou-se à disposição para outras demandas do município.

“Acreditamos na força que tem o deputado Lucas e, acompanhado da vereadora Ida, que é do PSDB, assim como o deputado, buscamos por um apoio para o nosso município”, citou o prefeito Kremer.

Como orçamento do município é pequeno toda demanda atendida com recursos federais é uma excelente opção. “Conseguimos fazer muitas obras com recursos próprios, assim como com dinheiro que veio de Brasília, que, somado ao nosso, resultou em iniciativas de grande proveito para a comunidade”, pontuou o prefeito Sílvio Inácio de Souza Kremer.

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + nove =

Bom Princípio

Vai ter mais asfalto em Bom Princípio

Publicado

em

Ao menos três ruas do interior serão asfaltadas neste ano, além de ser feito calçamento em outras vias

Na tarde desta quarta, em Porto Alegre, o prefeito Fábio e o vice-prefeito Joãozinho Weschenfelder, junto com demais autoridades assinaram documentação que libera recursos financeiros para Bom Princípio. E estes vão ser investidos em pavimentações asfálticas.

“Eu fui prefeito e sei como é difícil fazer a zeladoria da cidade. Por isso, vocês estão de parabéns por estarem com a saúde financeira dos municípios em dia em tempos tão difíceis financeiramente”, disse o governador no início do seu discurso, aplaudido pela plateia repleta de prefeitos.

“Precisamos fazer um trabalho coletivo. O Estado, diminuindo as burocracias e facilitando o desenvolvimento. Vocês, nos municípios, investindo nas demandas prioritárias, de forma a estimular as pessoas a viverem e empreenderam nas nossas cidades gaúchas, como estamos , agora, formalizando com o Badesul Cidades”, disse o Governador Eduardo Leite.

Jeanette Halmenschlager Lontra reforçou que o banco está à disposição das prefeituras não apenas para liberar os recursos para financiamentos, como para apoiar tecnicamente a estruturação de projetos de captação de recursos. “Nossa missão é colaborar para o desenvolvimento de todos os gaúchos”, afirmou a presidente do Badesul.

Estiveram no ato, também, secretários de estado e deputados, dentre os quais Dirceu Franciscon, que, ao final do protocolo, chamou Eduardo Leite para rápida conversa com o prefeito de Bom Princípio.

O ANÚNCIO DAS PRIMEIRAS OBRAS

Depois de obras de asfaltamento no Mambuí e na Rua dos Gerânios, com recursos próprios, beirando 1,5 quilômetros no total, nesta quarta, dia 26, veio o anúncio tão esperado: serão asfaltados neste ano, ainda, trechos nas localidades de Bom Fim Médio, Nova Colúmbia e Passo Salseiro. E mais, o prefeito Fábio Persch anunciou ainda a pavimentação com PAV’s no loteamento Gauger e na localidade de Paraíso. 

A assinatura no Badesul aconteceu na tarde de quarta-feira, confirmando a liberação de R$ 4,5 milhões para a prefeitura de Bom Princípio, já com a devida aprovação da Câmara de Vereadores, sendo, assim, confirmado o projeto de asfaltamentos nas comunidades de Bom Fim Médio, Nova Colúmbia e Passo Salseiro. E este valor ainda será acrescido com contrapartida da prefeitura.
A obra no Passo Salseiro abrangerá uma metragem linear de 900 metros, passando diante de um grande número de residências, terminando nas proximidades da divisa com Harmonia. Segundo o setor de engenharia o projeto, será feito, através do asfaltamento, um núcleo urbano mais apropriado, pois lá reside um grande número de famílias e o movimento de veículos, no local, é muito grande. Nesta estrada cruzam, também, um grande número de caminhões em um ir e vir de Harmonia, sendo esta via de ligação de empresas e também veículos privados entre o município vizinho e a RS 122.
Outro trecho de asfaltamento confirmado será na localidade de Nova Colúmbia, em continuidade à pavimentação na via principal da comunidade, no caso, a rua Hugo Afonso Engeroff. O asfaltamento da estrada, em direção a Barão, começará algumas centenas de metros depois da Capela de São Marcos (onde termina o trecho pavimentado atual) e seguirá por 1.415 metros, atendendo dezenas de famílias que moram no percurso. Fica facilitada, também, a possibilidade de ir e vir para a localidade de Linha Francesa Baixa, no vizinho município de Barão. “Esta é uma antiga reivindicação de nossa comunidade e vamos atender este anseio de tantos anos”, pontua o vice-prefeito João Guilherme Weschenfelder, que é residente em Nova Colúmbia.
A maior das obras de pavimentação anunciada, com 1.908,65 metros lineares, será na comunidade do Bom Fim Médio. Iniciando nas proximidades do viaduto sobre a RS 122, no centro da cidade, e indo de encontro a RS 452, encostando no calçamento já existente. A via corta a localidade fora a fora, unindo-a ao centro e ao Bom Fim Alto. Será uma via de extrema importância para o escoamento de safra e de produção, e também uma alternativa para quem vai do interior de Bom Princípio à Feliz, não precisando assim, usar as movimentadas rodovias estaduais. “Esta estrada será pavimentada de modo que os bairros tenham interligação asfáltica entre si, dando maior fluidez no trânsito e segurança para os usuários que hoje fazem o percurso em chão batido”, destaca Raul Welter, que integra o setor de engenharia do município.
Entre as obras de asfaltamento confirmadas agora, pelo prefeito, e as já executadas no Mambuí e na rua dos Gerânios, serão milhares de metros de pavimentação asfáltica em um ano. “O intuito, contudo, se nos permitir a saúde financeira através de recursos que conseguimos economizar nos primeiros anos de mandato, poderemos fazer asfaltamento ainda em outras localidades. Se não for neste ano, será no princípio do ano que vem. Mas faremos, sim, mais asfaltamentos, mas não podemos precisar, ainda, onde e quando, pois não queremos gerar expectativas”, destacou o prefeito Fábio Persch.
O prefeito e o vice prefeito anunciaram, também, a pavimentação linear de, pelo menos, 900 metros, em PAV’s na localidade de Paraíso. Por ser uma área alagável, é feita a opção por calçamento, sendo mais fácil o escoamento das águas das chuvas em direção ao lençol freático, impedindo, assim, que aumente a quantidade de água que escorre ao Rio Caí. O PAV’s é uma solução viável e interesse para a comunidade que assim como outras localidades do município deixa de conviver com barro e pó. Este trecho, assim como outros que receberão PAV’s serão feitos com recursos da municipalidade. As obras no Loteamento Gauger devem, também ser iniciadas em breve, já sendo realizadas as medições para o início da pavimentação comunitária, possivelmente, em duas etapas.
“O financiamento do Badesul é parte do recurso a ser utilizado nas obras, pois usaremos, também, recursos próprios da prefeitura para atender o desejo do povo”, destaca o vice-prefeito João Guilherme Weschenfelder. De acordo com ele, financiamentos são uma prática comum para todas as prefeituras sendo, de modo geral, um adiantamento de receita para investimentos de grande porte. “Uma vez havendo asfaltamento ou PAV’s reduz-se muito os custos de manutenção das vias e aumenta-se a qualidade de vida dos moradores, desta forma, isso tudo deve ser, também, contabilizado como algo vantajoso”, citou o vice-prefeito.
É sabido que o projeto de pavimentação asfáltica é o anseio de todas as comunidades, mas, com a cautela de sempre, o prefeito Fábio Persch faz o anúncio das obras apenas quando tem absoluta certeza de sua viabilidade.
“Encaminhamos o projeto ao Badesul ainda no ano passado, e no começo deste ano tínhamos tudo de acordo com o que foi pedido, mas, esperamos o momento da assinatura para fazer o anúncio das obras, de maneira que, agora, se tem a certeza da realização das mesmas”, pontuou o prefeito Persch que lembra que, agora, iniciará o processo licitatório, para, depois serem feitas as obras de infraestrutura e base asfáltica e, então, de asfaltamento em si. Acredita-se que, durante o segundo semestre do ano, as obras sejam entregues às comunidades. “Sabemos que o povo espera ansioso, assim como nós, mas pedimos, ainda, um pouco de cautela e cuidado redobrado, pois estas estradas estarão em obras”, finalizou o prefeito Fábio Persch.
A formalização do Badesul foi realizada em Porto Alegre, junto ao governador Eduardo Leite, estando presentes ao ato, o prefeito Fábio Persch, o vice-prefeito Joãozinho Weschenfelder, secretários municipais de Bom Princípio, além de servidores do setor de engenharia. 
Na solenidade deste dia 26 de junho, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, foram beneficiados 28 municípios, com repasses na ordem de R$ 51 milhões. Em abril, com liberação de R$ 80 milhões, foram beneficiados outros 12 municípios, dentre os quais Feliz. 
“Cabe destacar que um grande número de pessoas se envolveu neste projeto, de modo que a liberação de recursos possibilitasse fazer asfaltamentos diversos. Parabenizo a todos os setores da municipalidade que se desdobraram para que tudo desse certo”, finalizou o prefeito Fábio Persch.
O prefeito lembra ainda que dentro dos projetos futuros de Bom Princípio está a revitalização do antigo traçado da RS 122, sendo realizado em vários momentos, já que se trata de uma obra de grande porte.
Para a realização das obras de pavimentação anunciadas, a municipalidade entrará com uma contrapartida considerável. Além dos R$ 4,5 milhões que vêm do Badesul, a prefeitura entrará com uma contrapartida mínima de R$ 855 mil, mas este valor deverá ultrapassar a faixa de R$ 1 milhão, dependendo do que apontar o processo licitatório.
O certo é que a pavimentação asfáltica nos bairros de Bom Fim Médio, Passo Salseiro e Nova Colúmbia são um passo importante, em uma construção gradual de um sonho de modernização através de obras de infraestrutura. “É no dia após dia que conseguiremos fazer obras, esperamos atender ao máximo de comunidades possíveis, atendendo as demandas como foi no Mambuí, e agora será no Bom Fim, no Passo Salseiro e na Nova Colúmbia”, pontuou ao final o prefeito vibrante ao fazer o anúncio da obra.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 26.06.2019 – Governador Eduardo Leite durante assinatura de financiamentos do Badesul Cidades. Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini
PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 26.06.2019 – Governador Eduardo Leite durante assinatura de financiamentos do Badesul Cidades. Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Continuar Lendo

Bom Princípio

Aulas de caipirinha na TV americana

Publicado

em

Guilherme Hoff, radicado nos Estados Unidos a mais de uma década, começou a trilhar os caminhos na Terra do Tio Sam trabalhando com carnes e fazendo bons churrascos, agora, a arte de fazer caipirinha deixou ele em destaque, inclusive, na TV.

https://www.kens5.com/video/entertainment/television/great-day-sa/signature-cocktails-steaks-by-brasao-brazilian/273-2be59f97-fb7e-4ca0-8330-53dee3020203?fbclid=IwAR1Qd8xE57svQWSSu1Zf-7tTjXQV2cwus_p5LtkriXFVLaXbaWqGORb_g64

Ao clicar no link acima, você poderá ver uma aula, em inglês, de como fazer caipirinha. Isso mesmo. Seja de morangos, limão ou abacaxi, os americanos se encantam com a bebida tipicamente brasileira. E, o melhor, com cachaça vinda do Brasil…

Ainda que os moranguinhos não sejam de Bom Princípio, remetem à terra de origem de Guilherme, fazendo, por tabela, mídia ao município que o filho de Jorge e Clarinda Hoff leva sempre consigo.

Não duvidemos que tenham aprendido a fazer caipirinha, mas falar o nome de bebida ou até da cachaça, bem, isso os americanos terão maior dificuldade. O que, importa, porém, que bebam de nossa cultura.

Continuar Lendo

Cultura

Escola Valéria Kirch chega aos 80 anos

A celebração dos 80 anos da Escola Valéria Kirch mostra que a educação segue viva!!!

Publicado

em

O EDUCANDÁRIO É MUITO MAIS DO QUE TRADIÇÃO EM SÃO JOSÉ DO SUL, SENDO PARTE DA HISTÓRIA REGIONAL

Pensar a evolução da sociedade sem que tenhamos a educação como pano de fundo é inadmissível, em especial para uma colônia de origem alemã, assim, em 1939 nascia uma comunidade escolar e, a partir dela, o desenvolvimento sustentável e gradual. Agora, passados 80 anos, com um certo quê de nostalgia e agradecimento, São José do Sul celebra as oito décadas de sua mais importante escola. E não se trata de uma mera celebração, afinal, é a conquista da própria liberdade, com os olhos no futuro, que inicia com o estudo de qualidade.

“A escola tem por missão promover um trabalho pedagógico inovador, buscando estimular a criatividade, o empreendedorismo, o desenvolvimento da autonomia, a parceria família-escola e o convívio com a diversidade, favorecendo a formação de cidadãos aptos à realidade social.”

Histórico da Escola Valéria:

1939 Fundação da Escola com o nome de Escola Municipal Felipe Camarão, em Dom Diogo Baixo. Funcionava numa construção de madeira, cuja primeira professora e Diretora foi a Senhora Valéria Maria Kirch.

1978 Transferência para Dom Diogo Alto, em um prédio de alvenaria.

1980 Transferência dos alunos da Escola São Francisco de Salles para a Felipe Camarão

1984 Implantação da 6ª série, 1985 7ª série, 1986 8ª série e 2013 transição para o 9º ano

1988 alteração do nome da Escola para Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Valéria Maria Kirch.

Este ano a escola comemora seus 80 anos e convida toda comunidade para participar deste grande evento, no dia 23/06/2019, às 14h, na sociedade Botafogo, onde teremos as seguintes atrações:

  1. Retrospectiva e Galeria de Fotos
  2. Museu
  3. Foto Lembrança Instantânea no Cenário Anos 80
  4. Túnel do Tempo
  5. Brinquedos do Recreio de Antigamente
  6. Visitas Guiadas até a Escola
  7. Padrinho e Madrinha da

Fogueira dos 80 Anos

  • Venda de Camisetas e Tiaras Personalizadas
  • Café Colonial

1ª Escola Felipe Camarão ao lado da casa de Imelda Gabbardo

Escola Felipe Camarão no Centro e Escola São Francisco de Salles

1ª Ampliação da Escola Felipe Camarão

Alteração do nome de Felipe Camarão para Profª Valéria Maria Kirch

Escola Atual

1ª Diretora Valéria Maria Kirch

1ª Turma de Alunos com a Profª Valéria

Galeria de Diretores da Escola

São Francisco de Salles 1980 – Transferência dos alunos para Escola Felipe Camarão
Felipe Camarão – 1984
Primeira turma de formandos com a professora Valéria

Continuar Lendo

Trending