Conecte-se conosco

Alto Feliz

Bom Princípio, Feliz e Alto Feliz são destaque nacional

Publicado

em

Eis que o Rio Grande do Sul se mostra cada vez mais diferenciado em nível nacional. Foi divulgado nesta semana um ranking dos municípios referente à qualidade de informação fiscal e contábil sendo elencados os 100 mais bem colocados municípios, dos quais 51, isso é, mais da metade, são gaúchos. E, não é de impressionar, que dentre eles estejam três do Vale do Caí: Alto Feliz, Bom Princípio e Feliz.

O ranking listado pelo Ministério da Economia, deu grande destaque para municípios da região. O pequeno Alto Feliz aparece com nota 244,021, sendo o primeiro da região e um dos 30 primeiros do Brasil. Feliz (com nota 243,080) e Bom Princípio (nota 241,839) também estão na listagem nacional.

O ranking foi criado para avaliar a consistência da informação que o Tesouro Nacional recebe através do Siconfi e, consequentemente, disponibilizado para acesso público. Os municípios mais destacados tornam-se referência para os demais devendo o exemplo dos mesmos serem seguidos.

A primeira, Gestão da Informação, reúne as verificações que analisam o comportamento do ente federativo no envio e manutenção das informações no Siconfi. A segunda, Informações Contábeis, compreende as verificações que avaliam os dados contábeis recebidos em relação à adequação às regras do Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público – MCASP, consistência entre os demonstrativos, entre outros. Na terceira dimensão, Informações Fiscais, são agrupadas as verificações pertinentes à análise dos dados fiscais contidos nas declarações. A última, Informações Contábeis x Informações Fiscais, efetua o cruzamento entre os dados contábeis e fiscais avaliando principalmente a igualdade de valores entre demonstrativos diferentes.

Apesar de considerar o ranking da STN uma iniciativa importante para demonstrar como os contadores e contabilistas municipais estão conseguindo atender às frequentes mudanças estabelecidas pelo órgão regulador central, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) entende que mais do que destacar os Municípios bem posicionados, é necessário compreender os gargalos que impedem que todos alcancem os resultados desejados.

O desenvolvimento de ações internas de uma prefeitura tem reflexo em números, raramente de conhecimento da comunidade como um todo. Assim, com a revelação dos números do tesouro nacional, através do Ranking, fica evidenciada a seriedade de gestão das mesmas. Trata-se de um trabalho de equipe, onde todos os servidores assumem responsabilidades e cumprem os seus papeis à risca, de modo que a gestão preencha os princípios constitucionais.

 

Confira mais dados neste link

Ranking (tesouro.gov.br)

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =

Alto Feliz

Com Pressão, Robes é prefeito

Publicado

em

Aliados ao povo que queria mudança, Robes e Pressão patrolaram a eleição de 2020 e venceram ao tantas vezes prefeito Paulo Mertins e o vice Fábio Schneider. Ele que buscava o quinto mandato esbarrou na força da renovação, por sinal, desejada em voz e voto pelo povo.

 

Acostumado a trabalhar com o povo e resolver problemas, Robes Schneider é estreante na política. Douglas (também) Schneider, mais conhecido como Pressão foi o vereador mais destacado no pleito de 2016, e agora subiu um degrau na sua rápida caminhada política.

E a vitória nem pra apertada serviu. Robes fez 1520 votos contra 872 de Mertins. A diferença mostrou que o povo queria muito a mudança.

Na Câmara de Vereadores também há curiosidades. Geraldo Fuhr (o Fua) foi o mais votado, enquanto que Everaldo Fuhr (irmão do campeão de votos) também foi eleito. Ambos estavam em lados opostos. Além dos “Fua” são vereadores eleitos o empresário Ireno dos Reis, o Brigadiano Ricardo, Daniel Boetcher, Mário Winter, Reinaldo Frozi, Cici e Janice Zimmer.

Robes Schneider será o quarto a assumir a prefeitura de Alto Feliz em 28 anos, afinal, foram prefeitos até o momento Paulinho Mertins (quatro vezes), Gerson Schütz e Maurício Kunrath (duas vezes).

Continuar Lendo

Alto Feliz

Quando o Governador Sinval visitou Alto Feliz

Publicado

em

As inaugurações públicas são uma praxe daqueles que estão a frente de tais investimentos. Por vezes, a demora para tal evento, se justifica pela burocracia dos recursos e sua liberação. Momentos concorridos em que parte da população se faz presente, para ver de perto autoridades, ouvir discursos, aplausos e interagir com o momento.

Em outubro de 1977, concluídas as obras da Escola Assunção de Alto Feliz,  foram inauguradas suas novas dependências com a presença do então Governador do Estado, Sr. Sinval Guazelli, a Sra. Coordenadora da 6ª Coordenadoria Zenaide Boff o Sr. Delegado de Educação da 2ª DE/SEC professor Tarcilio Lawisch, e o então prefeito de Feliz, o Sr. Alfredo Egydio Reinher, entre outras diversas autoridades educacionais civis e religiosas, professores, pais, alunos e ex-alunos.

Na foto o Sr. Governador Sinval Guazelli, a mesa discursando cercado pelas diversas autoridades, tendo a direita o Sr. Alfredo Egydio Reinher prefeito do município de Feliz, ao qual Alto Feliz pertencia. Na outra foto a estrutura do prédio inaugurado, num momento mais recente.

Fotos e fontes: Escola Estadual de Ensino Médio Assunção – Alto Feliz – RS

Continuar Lendo

Alto Feliz

Padre Délcio celebra em Aparecida

Publicado

em

Na manhã desta terça, dia 21 de maio, Padre Délcio Reiter foi um dos celebrantes da Missa no Santuário de Nossa Senhora de Aparecida. Filho de Novo Hamburgo, mas criado em Alto Feliz, padre Délcio foi ordenado pela diocese de Novo Hamburgo.
Depois de ter trabalhado como seminarista em comunidades como São Vendelino, foi ordenado, em 1999, iniciando trajetória marcante nas comunidades por onde passou. Foi, por muito tempo, padre na Catedral de Novo Hamburgo. Depois foi nomeado para trabalhar em Monte Negro, no estado de Rondônia.
Extrovertido e de vasto conhecimento, não perde as suas raízes, vistando familiares e amigos de tempos em tempos. Em boa parte de suas celebrações, ainda em Novo Hamburgo, contava algumas histórias em alemão, sendo muito querido, em especial, por pessoas de mais idade. Órfão de mãe desde cedo, Padre Délcio começou a trabalhar ainda menino, como ajudante de leiteiro, e assim, conheceu muitas pessoas das quais ganhou a simpatia.

Continuar Lendo

Trending